Avançar para o conteúdo principal

Águas Para Verão e Para Sorvetes

Annona, ou mixto-curioso que ensina o methodo de cosinha e copa,
Tomo III, nº 31. Typ. Viúva Silva e Filhos, Lisboa: 1837. p. 156

Águas Para Verão e Para Sorvetes

Em cada três quartilhos (sensivelmente 1,5 litros) de água, deita-se um arratel (sensivelmente 459 gramas) de fruta, que seja bem madura, como são ginjas, morangos, amoras, ou outra qualquer, amasse-se com uma colher, e desfaça-se muito bem em água, coe-se depois por um guardanapo, e tempere-se de açúcar; coe-se outra vez por uma manga, ponha-se ao fresco, e pode-se servir desta água, quando for ocasião.

Se for para sorvetes, deita-se-lhe mais açúcar, mete-se em sorveteiras de folha de Flandres, rodeie-se de neve, e sal, em principiando a gelar-se, despegue-se o que estiver pegado de roda com uma colher, cubra-se a sorveteira com a sua tampa, e mexendo-se sempre com ela, até estar igualmente gelada, encham-se copos com ela no momento em que se quiser beber, e sirva-se sem demora.

Comentários