terça-feira, 27 de outubro de 2015

Fritos de Maçã

 

Fritos de Maçã

3 maçãs
1 limão
30 gr. de manteiga ou margarina
2 dl. e meio de leite
75 gr. de açúcar
150 gr. de farinha
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
1/2 colher de sopa de vinho do Porto
1/2 l[itro] de leite
2 ovos

Numa tigela deita-se a margarina derretida, o vinho do Porto e a farinha. Junta-se o leite e bate-se bem. Deixa-se a massa repousar algum tempo.
Entretanto descascam-se as maçãs, tira-se o coração e partem-se em rodelas grossas. Regam-se as rodelas com limão. Junta-se à massa as gemas e por fim as claras em castelo. Enxugam-se as rodelas de maçã num pano, passam-se pelo polme e fritam-se até estarem bem douradas.
Polvilham-se com açúcar e canela.

Menús de Outrora

 

Convite para a inauguração - com almoço, claro - do Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Cinfães, a 15 de Novembro de 1959.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Menús de Outrora



Almoço no Palace Hotel do Bussaco em 19 de Janeiro de 1964, de comemoração do aniversário natalício e político do Dr. Armindo Crespo, Otorrinolaringologista em Viseu.

Lá terei que ir procurar a receita dos Celestinos.

No reverso do menú as assinaturas de:
Virginia Pessanha Crespo (casada com o homenageado)
Maria da La Salette Rodrigues
Armindo Crespo (o homenageado)
José Alberto Rodrigues
Francisco Pessanha Crespo (filho do Dr. Crespo)
José Pessanha Crespo (filho do Dr. Crespo)
Maria Eduarda Marques Teixeira
Manuel Marques Teixeira

Escrito pela mão de meu Avô:
Aniversário natalício e... político do Dr. Armindo Crespo
- 19-1-964

Arroz de Substância

Arroz de Substância

1 cebola, 2 dentes de alho, 2 colheres de azeite, 2 chávenas de água, 2 chávenas de arroz, 1 chávena de feijão encarnado cozido, 1 chávenas de ervilhas cozidas, 1 chávena de caldo de legumes, coentros e hortelã a gosto.
Aloure as cebolas e os alhos no azeite. Adicione o feijão e as ervilhas e deixe cozinhar por 5 minutos. Regue com o caldo de legumes e a água e deixe levantar fervura.
Adicione o arroz e deixe cozer.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Menús de Outrora



Escrito pela mão de meu Avô Manuel a indicação: "= Lisboa - Espelho de Água = Sob a presidência do Ministro do Interior [Arnaldo Schulz], almoço de todos os governadores Civis do continente. 23-X-959 [23 de Outubro de 1959].

A indicação do Nescafé - que teve a sua época - é maravilhosa.

Torta à Francesa

 
Comércio do Porto, 23 de Fevereiro de 1936



Torta à Francesa


Ponha-se sobre a mesa 150 grs. de farinha triga, faz-se-lhe uma cova no meio onde se deita: 40 grs. de manteiga, igual peso de açúcar, uma gema de ovo e duas colheres, das de sopa, de água. Amassa-se tudo, faz-se uma bola com a massa e deixa-se repousar durante 1 hora.
Unta-se de manteiga uma forma redonda de bordos baixos, estende-se a massa com o rolo e forra-se com ela a forma, fundo e lados. Cozam-se à parte pêras descascadas num pouco de água e vinho fino (partes iguais) e açúcar ao paladar e deitem-se dentro da torta que vai ao forno até a massa estar bem cozida. Em seguida regam-se as pêras com a calda em ponto mais preso.
Também há quem substitua esta massa das tortas por massa folhada. 

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Torta de Noz


Torta de Noz

Pesa-se meio kilo de nozes com casca, partem-se e passam-se pela máquina.
Batem-se 6 gemas com 125 de açúcar, junta-se as claras em castelo, as nozes, 125 de farinha e 1 colher de fermento.
Vai ao forno em tabuleiro untado de manteiga. Depois de pronto, recheia-se com creme de chocolate bem grosso.
Cobre-se com mais creme e enfeita-se com nozes.

Menús de Outrora




Almoço oferecido pela Câmara Municipal de Lamego em honra de Sua Excelência o Chefe de Estado - Lamego, 29 de Abril de 1965.
Almoço servido pela confeitaria Cunha, do Porto e convite impresso pela Papelaria Progresso, também do Porto.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Creme de Côco e Banana

 

Creme de Côco e Banana

1 dl. de leite
1 colher (de sopa) de côco
3 gemas de ovos
1 lata de leite condensado
3 bananas
sumo de 1 limão

Põe-se o leite a ferver com o côco.
À parte, misturam-se as gemas com o leite condensado e acrescenta-se o leite quente com o côco ralado sem parar de mexer e vai a lume brando até engrossar.
Retire e deixe arrefecer.
Descascam-se as bananas em rodelas finas e põe-se numa taça. Deita-se por cima o sumo de limão e o creme. Vai ao frigorífico.

Menús de Outrora



Almoço de homenagem aos Membros do Governo e Comissão Nacional Henriquina - Presidência do Conselho - Comissão Executiva do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique - Delegação de Viseu.
Setembro de 1960

Almoço confeccionado por Fernando Carvalho, Viseu.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Menús de Outrora - Um "Lunche" de Casamento




Menú do "Lunche" de casamento de D. Maria Elisa de Almeida Carvalhas com Dr. Abílio Rodrigues da Silva Tavares, no dia 14 de Maio de 1949, em São Pedro do Sul. Banquete servido pela famosa confeitaria Horta, de Viseu. Uma vez mais, os doces são reis e senhores do menú.

Pão de Figo

Doces e Gelados de Café, Edição da Divisão de Propaganda da Junta de Exportação do Café 
[Ministérios do Ultramar e da Economia], Oficinas Gráficas da Papelaria Fernandes, 1960 - pág.22
 
 
Pão de Figo


400 gramas de figos passados; 100 gramas de amêndoas; 50 gramas de margarina; 200 gramas de açúcar; 6 ovos; 50 gramas de farinha; 1 cálice de café bem forte; 1 cálice de rum.
 
Mergulham-se os figos passados num banho de água muito quente, durante um quarto de hora. Retiram-se do banho e enxugam-se. Limpam-se de fundos e de pé e passam-se pela máquina de picados. É preciso que estejam bem secos antes de serem moídos. Se for necessário devem secar-se no forno sem os deixar torrar, o que lhes roubaria o gosto. Bate-se a margarina derretida em banho-maria com o açúcar, depois as gemas e por fim a massa de figo. Finalmente, metade das claras batidas em castelo bem firme. Misturam-se então as amêndoas peladas e partidas à tesoura, o café, o rum e por fim o resto das claras em castelo bem firme. Vai ao forno, em forma de bolo inglês, bem untada com margarina. Coze durante meia hora, pelo menos. Serve-se frio coberto com creme de chocolate enfeitado com amêndoas inteiras e metades de figos cristalizados a que se tirou o açúcar por meio dum banho morno. Deve servir-se como lanche, nunca como sobremesa de jantar dado o seu poder alimentício. O pão de figo, se for coberto de chocolate apenas derretido, pode durar semanas sem se estragar, o que é óptimo especialmente para merendas ou pequeno almoço das crianças. Cortado em fatias e servido com chantilly ou compota é também muito bom.

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Menús de Outrora



Almoço em Honra de Sua Excelência o Presidente da República (Américo Thomaz) e a Senhora D. Gertrudes Rodrigues Thomaz - Santa Comba Dão - 27 de Abril de 1965.

Pudim de Vinho Fino


Pudim de Vinho Fino

Leva-se a ponto de fio 250 de açúcar.
Deixa-se esfriar um pouco e mistura-se-lhe 8 gemas e 1 clara, previamente batidas e 1 cálice de vinho do Porto e 1 colher (de café) de canela. Coze em banho-maria, em forma barrada de açúcar queimado.

sábado, 3 de outubro de 2015

Bolachinhas

 
Comércio do Porto, 05 de Abril de 1936


Bolachinhas


Tomem-se 750 grs. de açúcar, derretam-se em água suficiente para em seguida o levar ao lume onde ferve, ficando em ponto muito brando. Seguida deixe-se arrefecer um pouco.
Numa vasilha bem seca deitem-se 2 quilos de farinha flor, abra-se um buraco no centro onde se põem 125 grs, de manteiga deitando sobre ela a calda de açúcar morna para a derreter. Depois a pouco e pouco vai-se envolvendo a farinha com a calda até se obter uma massa muito macia e perfeitamente ligada.
Trabalhe-se esta massa muito bem e por fim ponha-se sobre uma tábua de estender, corte-se em bocados que se estendem com o rolo até ficarem da espessura de papel, cortando-a em seguida com o corta-massa, dando-lhe o feitio que se quiser. Os bocadinhos cortados, que formam as bolachas levam-se ao forno a cozer em tabuleiros polvilhados de farinha.

Menús de Outrora

 

Inicio hoje a publicação de alguns menús que encontrei enquanto "vasculhava" as gavetas de casa dos Avós. São de eventos para os quais o meu Avô terá sido convidado enquanto Governador Civil de Viseu ou enquanto Deputado na Assembleia Nacional. 
São sempre um caso de estudo interessante, pois mostram a "tendência" da cozinha na época e permitem-nos perceber o que caiu em desuso e que pratos foram permanecendo nas ementas, alguns até aos dias de hoje.
Espero que gostem. E partilhem...

Banquete de Homenagem a Sua Excelência o Senhor Ministro da Saúde e Assistência (na altura seria Henrique de Miranda Vasconcelos Martins de Carvalho) - Oliveira do Conde, 01 de Novembro de 1958 - Integrado na Inauguração da Fundação Comendador José Nunes Martins.