quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Tarte de Limão - Outra Receita (2)



Tarte de Limão
1 lata de leite condensado
300 gr. de bolacha maria ou petit-beurre
150 de margarina
1 decilitro de Porto doce, 6 ovos
sumo e raspa de 1 limão

Misture a bolacha moída com a margarina derretida e o Porto.
Ponha esta massa no fundo dum pirex ou tarteira. Junte as gemas com o leite condensado e o sumo e raspa de limão e deite o preparado sobre a bolacha. Cubra com as claras em castelo batidas com açúcar e leve a forno moderado.

Existem neste blog três outras receitas de Tarte de Limão (clique em cada um dos nomes):


terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Bolo de Padre - Opinião dos Leitores



O Pedro, do blog www.wahparis.blogspot.com, resolveu meter a mão na massa e fazer uma obra pia, ao experimentar a receita do Bolo de Padre, posta há pouco tempo neste blog.
O resultado é aquele que se vê nas imagens e, diz-nos o Pedro, que "é muito simples de fazer. Para quem gosta de bolos massudos a saber a bolo, tal qual, é o ideal. Para o meu gosto, preferia que soubesse mais a canela (para a próxima já sei) ou então colocar raspa de limão ou laranja, porque acaba por ficar demasiado sensaborão."

Fica aqui a dica do Pedro. E os leitores já sabem... se resolverem fazer o Bolo de Padre, partilhem connosco a vossa  experiência. Só assim podemos refinar e melhorar as receitas que por aqui andam.

Ao Pedro, muito obrigado. Quanto à receita, veja-a aqui.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Pudim Francês - Outra Receita


Pudim Francês
 
Batem-se bem 6 ovos com 250 grs. de açúcar; juntam-se mais 2 gemas e volta a bater-se. Dissolve-se 1 colher de farinha maizena em meio litro de leite fervido e junta-se aos ovos. Acrescenta-se ainda 1 cálice de vinho fino e uma favinha de baunilha ou canela.
Deita-se tudo numa forma bem untada de açúcar queimado e leva-se a cozer em banho-maria.
 
Existe outra receita de Pudim Francês neste blog. Veja a receita aqui.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Bolo de Batata - Outra Receita


Bolo de Batata
6 ovos, sendo 2 com clara
125 gramas de farinha triga
250 gramas de açúcar
125 g. de batata passada.
Bater bem e pôr na forma untada com manteiga.
Uma colherinha de fermento inglês; as gemas são batidas com o açúcar e as claras à parte, em castelo.

Existe outra receita de Bolo de Batata mais actualizada aqui

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Bolo de Padre


Bolo de Padre

3 ovos, 1 copo de meio quartilho bem cheio de açúcar, 2 copos de leite, 3 copos de farinha de trigo, um pouco de canela, sal e 1 colherinha das de chá de fermento inglês, 1 colher bem cheia de manteiga. Bate-se muito bem o açúcar com os ovos, deita-se-lhe o leite, a manteiga, [por fim a farinha, canela, sal e fermento] desfaz-se tudo muito bem e vai ao forno bem quente em formas untadas com manteiga.
 

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Rosquilhas

Rosquilhas

4 ovos bem batidos sendo as claras batidas à parte até castelo e em estando tudo batido juntam-se e tornam-se a bater; vai-se-lhe juntando a farinha e batendo sempre, leva meio quilo ou mais, em estando a massa bem dura amassa-se com as mãos e bate-se com ela na tábua, fazem-se rodas que se fritam em azeite e em seguida passam-se por açúcar em ponto e tornam-se a passar por açúcar seco.
 

domingo, 12 de janeiro de 2014

Scones Ricos - Fotoreportagem

 14 colheres de farinha, 1 colher (de sopa) de fermento

 2 colheres de manteiga

 1 chávena de leite

 3 ovos inteiros.
Amassa-se tudo ao mesmo tempo, formam-se depois umas bolas 
que se cortam em cima em cruz, para abrir.
 
 Querem forno muito quente.

E ficam assim...

Ao Domingo normalmente não há pão em casa. É tempo por isso de improvisar e de meter na massa para fazer uns espectaculares Scones Ricos, muito fáceis de confeccionar, baratos e sujam pouca loiça. É um instante. Só precisamos depois de ter à mão a manteiga, compota e mel para barras na massa fofa do scone e um chá a acompanhar. Há melhor forma de passar um Domingo?

Não se esqueça que é importante misturar tudo de uma só vez e ter o forno bem quente.
 E que tal experimentar? Diga-me o que achou.

Reveja a receita aqui.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Bolo Doirado - Fotoreportagem


250 gramas de açúcar


batido com 125 gramas de manteiga
 
 6 ovos inteiros bem batidos

 juntam-se-lhe 200 gramas de farinha de milho amarelo bem fina

 e uma colherinha de chá de crescente

 Vai ao forno em forma baixa untada com manteiga


 E ficou assim... 

E cá está a minha primeira experiência com Farinha de Milho. Este bolo - de que só fiz metade da receita - é do mais simples que há para fazer, muito económico e nem claras em castelo leva... enfim, um despacho. E fica com esta côr linda, que faz jus ao nome. 
Infelizmente, untei mal a forma e o bolo rachou, parecendo a reprodução da placa sismica dos Açores. Com muito jeitinho uni as duas partes, açúcar por cima e a coisa disfarça.
Digo-vos que é um bolo ideal para se acompanhar com um chá e barrado com compota deve ficar um luxo.

Que tal experimentar? Faça, fotografe e conte-me a sua experiência... 

Veja a receita do Bolo Doirado aqui.

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Bolo Doirado


Bolo Doirado

250 gramas de açúcar batido com 125 gramas de manteiga, 6 ovos inteiros bem batidos, juntam-se-lhe 200 gramas de farinha de milho amarelo bem fina e uma colherinha de chá de crescente [fermento]. Vai ao forno em forma baixa untada com manteiga.
 

sábado, 4 de janeiro de 2014

Massa para Crepes - Fotoreportagem


 
 3 ovos inteiros batidos

Juntam-se 100 gramas de farinha

 Misturam-se bem

 Junta-se 50 gr. de margarina derretida e mexe-se bem

Por fim, junta-se 250 ml. de leite

 E liga-se tudo muito bem

 Numa frigideira bem quente untada de óleo, fritam-se os crepes 
(mais finos ou mais grossos, consoante os gostos)

  E ficam assim...

Aqui fica uma ideia muito rápida e que todos gostam: Crepes. Ficam sempre bem e podem servir-se com doce (ex: geleia, mel, compotas, chocolate quente) ou salgado (ex: fiambre, queijo, atum, frango). Super fáceis e ultra rápidos a fazerem-se. Para um almoço rápido, um lanche imprevisto ou um jantar preguiçoso. Experimente e diga-nos como ficaram e como os comeu.

Veja a receita aqui.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Queques (receita de meados de 1925)

Queques
(receita de meados de 1925)

14 colheres bem cheias de farinha triga
12 colheres bem cheias de açúcar
2 chávenas das de chá de leite
2 ovos inteiros
2 colheres de manteiga derretida
2 das de chá mal cheias de fermento inglês
Uma pitada de sal

Bater pouco depois de tudo junto num alguidar. As formas passam-se com farinha de trigo.

Para outras receitas de Queques, consulte o indíce na barra do lado direito. 

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Feliz Ano de 2014


Esta é uma fotografia de meus Avós Helena e Delfim a contemplarem o Mosteiro de São Cristóvão de Lafões. Foi o meu Avô quem a coloriu nestas cores que acho maravilhosas.

Sempre gostei muito desta imagem. Transmite serenidade, paz, frescura e companheirismo. Que é tudo o que desejo a todos os meus leitores do blog As Receitas da Avó Helena e da Avó Eduarda neste novo ano de 2014.

Que sejam 365 dias muito felizes para todos e que consigamos continuar juntos neste espaço de partilha e afectos.

Um abraço e um beijo

Daniel Ferreira

Torta Grão-Duque


Torta Grão-Duque

500 gr. de maçãs, 180 de açúcar, 100 de manteiga, 2 ovos, sumo de 1 limão, q.b. de cerejas cristalizadas.
Ponha num tacho as maçãs cortadas em rodas finas, juntas com o açúcar e o limão. Ferve até desfazerem, mexendo sempre para não pegar. Quando desfeitas, tira-se e junta-se as gemas desfeitas num pingo de leite. Volta novamente ao lume para cozerem.
Tira-se, deita-se a manteiga e bate-se muito bem para ligar.
Faz-se a massa da torta com 150 grs. de farinha e 75 de margarina esfregando-se as duas coisas até estarem encorporadas. Derrete-se 30 gr. de açúcar em 30 gr. de água e uma pitada de sal levando ao lume a amornar.
Deita-se na farinha e amassa-se rapidamente e faz-se uma bola. Estende-se e forra-se a torteira levando ao forno a alourar.
Tira-se e põe-se dentro o recheio da maçã.
Batem-se as claras em castelo com 2 colheres de açúcar, colocando-as aos montinhos sobre a torta. Coloca-se 1 cereja sobre cada montinho e leva-se ao forno uns minutos só para tostar a clara.

Recheio de ananaz -  6 rodelas de ananaz (pode ser de lata), o mesmo peso do ananaz em açúcar, 3 decilitros de leite, 1 colher (de sopa) de farinha custarda.
Põe-se o açúcar ao lume até ponto de espadana com um pouco de água. Deitam-se 5 rodelas de ananaz partidas aos bocadinhos, ferve um pouco e põe-se de parte.
Ferve-se o leite e deita-se em cima da custarda que deve estar já desfeita num pouco de leite frio. Volta ao lume a engrossar.
Tira-se e deita-se dentro o ananaz e mais açúcar se for necessário. Enche-se a torta e enfeita-se com a rodela do ananaz restante.