segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Fatias da China, à Portuguesa

 
Manual do Confeiteiro e Pasteleiro: Nova arte do Conserveiro e Doceiro, Enciclopédia Bordalo, 
Vol. XII, Editor Arnaldo Bordalo, Lisboa, 1904 - pág. 53
 
 
 
Fatias da China, à Portuguesa
 
Tomam-se 4 dúzias de gemas de ovos, que se batem até ficarem quase brancas, e se deitam depois numa tigela de folha, previamente untada de manteiga de vaca. Tapam-se e cozem-se em banho maria; em estando cozidas, tira-se da tigela do banho, deitam-se os ovos em um prato, os quais apresentarão o aspecto de pão de ló; em estando frios cortam-se em fatias, passam-se estas por calda de açúcar, e cobrem-se depois de canela e grangeia, indo assim à mesa.