terça-feira, 19 de novembro de 2013

Nógado do Algarve

Carlos Bento da Maia, Tratado Completo de Cozinha e de Copa,
 edição de 1904, pág.589
Nógado do Algarve
Amêndoa doce descascada - 1000 c3 (Cem centrimetros cúbicos corresponde a 1 litro)
Mel - 500 c3 (Quinhentos centrimetros cúbicos corresponde a meio litro)
Canela - q.b.
Cortam-se as amêndoas descascadas, mas com a película, em bocadinhos muito miudos, até se obter a medida acima indicada. Põe-se em lume brando o mel, até que chegue a ponto de pasta; em chegando a este ponto, junta-se-lhe a amêndoa e mexe-se até que se despegue do fundo da vasilha. Depois, espalha-se a massa em cima de uma tábua de estender massa, previamente molhada com água e deixa-se esfriar. Depois, corta-se em quadrados com o gume de uma faca, em cuja cota de bate com um martelo.
Os bocados de secção quadrada põem-se em cima de papeis e polvilham-se com canela.
Como o "Nógado de Alentejo" este é também um pseudo nógado.
Veja a tabela de equivalência de Litro para Centrimetros Cúbicos aqui