terça-feira, 30 de julho de 2013

Queijadinhas do Convento de Estremoz

Brados do Alentejo, 1933

Queijadinhas do Convento de Estremoz

Em meio litro de mel em ponto de pasta, deita-se meio quilo de nozes pisadas (com a pele), uma chávena de cidrão pisado, outra de gila e outra de manteiga de vacas. Logo que esteja bem misturado arreda-se do lume e liga-se a esta massa-recheio uma dúzia de gemas de ovos, canela e um cravinho da Índia bem pisado. Tira-se do tacho e logo que esteja frio, deita-se em formas forradas de massa tenra e farinha. Depois de se deitarem as gemas vai ao lume a secar um pouco.